O que eu realmente desejo a você, amiga grávida!

Categorias: Conversa fiada, Dicas, Gestação, Muito mais, Prosa de mãe

Hoje tivemos um chá de fraldas duplo no trabalho, duas barrigas de 37 semanas, um menino e uma menina a caminho, renderam muitos desejos de felicidades, “boa hora”, saúde….e claro, aquela rodinha de mães que se forma aqui, a colega sem filhos curiosa, que se junta ali, e o papo inevitavelmente acaba em histórias de parto e lembranças de mães saudosas dos seus bebês hoje já crescidos e tudo isso me fez perceber, que eu desejo a elas, e outras grávidas, muito mais do que as poucas palavras rabiscadas em um cartão coletivo puderam dizer.

Imagem: Pinterest

Imagem: Pinterest

O que eu realmente gostaria de dizer a você que está curtindo (ou nem tanto) o seu final de gravidez, você que está radiante com seu barrigão ou que já não se aguenta, você que está receosa de como vai ser quando seu bebê chegar ou que já não pode conter a ansiedade para ver sua carinha, você que a essa altura já não dorme bem (isso faz parte do treinamento! nível 1, eu diria), que já começa a sentir os efeitos dos hormônios, você que apesar disso tudo ainda se reconhece, ainda é você mesma! Você que mesmo já tendo sido avisada pelas amigas e irmãs, tendo lido a respeito, ainda não tem idéia de que você se tornará em algumas semanas, da mãe que você será…. guarde este momento, você vai lembrar dele, você vai lembrar com ternura de quem você era neste dia.

E a você, eu desejo o parto que você sonhou, sela ele humanizado ou marcado, e se tudo não correr como o planejado que tenha serenidade pra se concentrar no resultado, porque o parto marca, mas não te define! Eu desejo que o tempo pare quando você o tiver em seus braços pela primeira vez, mas que os primeiros dias em casa te pareçam passar rápido, como de fato passam. Eu te desejo calma nesses primeiros dias, aqueles em que dia e noite se confundem, mãe e bebê se misturam…..que seu bebê pegue seu peito e que você tenha muito leite, mas se tudo der errado e parecer muito difícil, que você não se sinta incapaz, que você não se desespere….. Ou se o seu filho ficar pendurado em você até você ter medo de dormir sobre ele, que você tenha paciência, porque vai passar, mesmo quando seu peito doer e amamentar parecer ser a pior coisa do mundo, lembre, e acima de tudo, acredite, que vai passar e vai valer a pena.

Eu desejo que em meio a isso tudo você se permita chorar sem culpa, gritar de desespero (baixinho para não acordar o bebê) e dormir sempre que possa (esse é o melhor dos conselhos e o mais difícil de por em prática!). Eu desejo que tenha força para segurá-lo no colo por horas e horas durante as crises de cólica mesmo querendo chorar junto com ele e coragem para pedir por colo depois disso, seja do marido, da mãe, da amiga…. Desejo também que você tenha ajuda, especialmente no fim do dia, naquela horinha premiada por volta das sete da noite quando todos os bebês parecem se irritar sem que você saiba porque! Eu desejo que você ria de si mesma quando na terceira troca de fralda daquela madrugada você não for rápida o suficiente para evitar o inevitável, aquele jato premiado!

Eu desejo que você escute menos palpites e mais palavras de apoio, eu desejo que você se sinta segura dos seus instintos e das suas escolhas para o seu bebê, e que você enxergue no espelho antes o brilho dos seus olhos e só depois as suas olheiras. Eu desejo que você saiba observar o seu bebê mais do que devorar livros e livros de técnicas e receitas milagrosas (às vezes ajudam, mas não há verdade absoluta em maternidade!). Desejo a você todos os dias sorrisos sem dente, cheirinhos no cangote e bracinhos balançando, e também chorinhos, gritinhos e bla bla blas, colinhos prolongados e sonecas aconchegadas.

E finalmente, eu desejo que nada disso sirva pra você, que você seja uma daquelas mães que a gente ouve falar, conhece na pracinha ou no facebook, cujos filhos dormem a noite toda , quase não choram , dormem sozinhos e nunca tiveram cólicas….. Mas se você for como eu e passar por algumas dessas batalhas (não se assuste, nem tudo aconteceu comigo!) que você lembre desse texto, e saiba que você não está sozinha, você consegue sim, você é mãe como todas nós!

Beijos e boa hora!…. e dias e meses e anos, porque sua jornada materna está só começando, toda ela cheia de dores e delícias!

 

9 comentários

  1. Juliana comentou:

    Linda mensagem!!! De coração para coração ❤️❤️❤️
    São tantas as dúvidas e tão grande o amor 😍 Com todos os desafios é a melhor coisa que a gente pode viver!

  2. As palavras embaladas nas suas mãos para trazer aos nossos ouvidos essa música linda!!
    Tudo que gostaríamos de dizer traduzido com beleza e musicalidade!!
    Amei!! <3
    você é sucesso, Fê!!
    bjs

  3. carina comentou:

    Q lindo texto!! Me emocionei d mais… Não vou me esquecer nunca d tudo isso… Estou c 27 semanas d gravidez e muito ansiosa pela chegada da minha princesinha !!!! Obrigada pelas palavras

  4. Graziela Martins comentou:

    Como não se emocionar com esse texto…. lindo demais!
    Muito emoção!
    Parabéns por tantas palavras certas e delicadas

    1. Fernanda Curado Reale comentou:

      Obrigada pelo carinho! Eu que fico emocionada com comentários assim ❤️

  5. Eu nunca mais vou esquecer deste texto. Toda vez que eu ver uma grávida, ou quem sabe engravidar de novo, eu vou lembrar. Iluminado!

    1. Fernanda Curado Reale comentou:

      ❤️

Deixe seu comentário!