1 ano de blog: não faltam motivos para comemorar!

Categorias: Poesia Materna

IMG_5680Em 24 de outubro de 2014 entrava no ar o primeiro post do Que mãe sou eu? (leia aqui), hoje, 1 ano depois, não me faltam motivos para comemorar, e o mais especial deles eu divido agora com vocês: nossa família está crescendo! E eu não estou falando dos 5 mil seguidores que acabamos de atingir no facebook não! Estou falando que esta mãe aqui está prestes a adicionar a #maededois aos seus posts 🙂 …. Isso mesmo! Pedro ganhará um irmão ou irmã, Lucas ou Isabela, como ele mesmo escolheu, chegará em maio para completar nossa família!
Há um ano atras eu tirei 3 dias de folga e coloquei este velho projeto no ar, desta vez estou de férias novamente, mas o sono, o enjoo e o cansaço não me permitiram ser tão produtiva, eu realmente precisava de um descanso (razão do blog ter ficado este tempo paradinho), a essa altura já sei bem o que me espera pela frente, né! Descobrir a segunda gravidez que embora muito desejada e esperada, não fora exatamente planejada, foi uma surpresa, guardar o segredo por quase 3 meses, um suplício (vide as diversas indiretas que deixei escapar nas publicações do Face e IG), mas a oportunidade de dividir esta novidade com vocês nesta data foi uma benção! E vem mais por aí, estamos inaugurando hoje uma nova seção no blog: Mãe que espera terá 3 temas, o Diário da Gestação, Mãe de dois e Papo de Grávida. Aguardem muitos posts sobre este universo para o qual estou feliz demais em retornar!

A gestação de uma mãe

Um dia vc acorda grávida
Mas de imediato, nada acontece
A barriga ainda não aparece
Vida que segue
Para acordar mãe ainda leva uns meses
Então vem o enjoo a náusea
E você ainda não sabe que um dia serão os gritos pela casa que te deixarão tonta
E de repente apesar de toda a felicidade há um mal estar que persiste
E você ainda não sabe que essa bipolaridade se fará presente no seu maternar de diversas maneiras
E vem o momento de dizer não
Não ao chopinho, não aos excessos, não ao stress
E você ainda não sabe quantos nãos dirá por dia ao seu filho
E depois vem os chutes e pontapés e você ainda não sabe que a cada tombo ou cada febre será mesmo como levar um soco na boca do estômago
E daí pra frente as noites começam a se tornar agitadas
E você ainda não sabe que nunca mais dormirá como antes
E a barriga começa a pesar
E você não sabe quantos quilos ainda irá carregar e quão forte você se tornará
E você começa a sentir calor, muito calor
E ainda não sabe que isso que aquece seu peito, não vai mais te abandonar, se chama amor
E agora que está chegando perto você teme o parto
E você não sabe que os momentos em que sentirá medo estão só começando
E chega a hora, seu ventre esvazia e seu coração transborda
Seu bebê não vive mais em você , mas parte de você viverá nele a partir de agora
E você ainda vai descobrir a mãe que acabara de nascer

O texto acima, publicado originalmente na página do Qmae no Facebook semana passada, nada mais é do que a minha percepção da gestação, agora que eu já sei o que é ser mãe! Eu jamais poderia tê-lo escrito se não estivesse tomada pelos hormônios da gravidez e nem tampouco se já não tivesse sido tocada pela chegada de um primeiro filho. O sucesso dele (publicação mais curtida e compartilhada neste um ano) é só mais um dos motivos que tenho para comemorar hoje!

 

 

 

3 comentários

  1. Parabéns pelo segundinho (a), por um ano de blog, por ser mãe de dois, por ser amiga virtual, por ser inspiradora, por suas palavras, pela sensibilidade e habilidade em escrever!
    Viva o Qmãe! Viva você! Viva vocês!!
    bjos bjos

  2. Elaine Juncken comentou:

    Parabéns Curado! Muita saúde para o (a)
    anjinho (a) ! Bjs

  3. Que lindo! E “parabéns” por todos esses motivos maravilhosos!!! Vamos fazer uma enquete nesses comemtários? Qual vai ser a cia do Pedrinho? Eu acho que vai ser a Isabeeeeeeeeeeelaaaaaaaa!!!! Kkkkkk

Deixe seu comentário!