Puerpério: tempo de lágrimas – dia 5

Categorias: 100 Primeiros dias, Versos diários

Quinto dia, tempo de lágrimas, elas que chegaram ontem timidamente hoje se instalaram de vez, em parte é aquela vontade de chorar sem qualquer motivo ou por qualquer motivo, e em parte há uma razão tão clara e precisa que pouco tem a ver com o puerpério em si.

Hoje é o dia das mães na escola do Pedro e eu que não faço o gênero que chora com as apresentações, estou aqui aos prantos em casa por não estar lá pra ver, pela primeira vez. Vida de mãe de dois!

Leia como foi a minha experiência com o primeiro puerpério

 

A diferença aqui é que não há mais espaço para a culpa, não há qualquer confusão entre estado emocional e felicidade. E Laura é um doce, um anjo tranquilo, chora baixo e pontualmente quando incomodada por um arroto ou um cocô. Essa parte, o fato de ser segundo filho ajuda muito, estamos tirando de letra dessa vez, e também, como não tirar de letra qualquer bebê com um marido que te dá tanta segurança? Ricardo é um pai incrível.

Consigo facilmente discernir essa melancolia da alegria imensurável que é ter Laura nos braços.

Deixe seu comentário!