Ser mãe é para as fortes! – dia 32

Categorias: 100 Primeiros dias, Versos diários

33 dias, repita 33! Hoje foi dia de pediatra. Estou longe de ser uma mãe encucada, que se impressiona fácil, eu não ligo pro pediatra a cada tombo nem tampouco corro pra emergência por uma febre… Há quem diga até que sou descansada demais, mas prefiro acreditar na definição do pediatra do Pedro que me acha muito consciente e nos vários amigos e familiares que costumam me chamar de “a mais sensata”. Isso! Sensatez é a palavra, e eu procuro não perdê-la!

Pois nesta gestação toda a minha sensatez foi posta à prova, foram tempos difíceis para todas as grávidas, com a zika e o h1n1… foram tempos de notícias tristes para mim e para o país, perda do meu pai, aborto tardio de uma colega de trabalho, marido se recolocando profissionalmente, crise econômica… Foram tempos de alguns sustos, sangramento no início, cólicas e muitas dores no fim… Mas eu me mantive ali, forte e inabalável como Ricardo diz, até um pouco irritado. Usando a razão e acreditando no melhor.

Mas a verdade é que hoje com minha filha saudável nos braços, a sensação ao entrar e sair da consulta, é uma mistura de apreensão e alívio, preocupação e gratidão! Quando por qualquer razão temos motivos para acreditar no pior, quando por quaisquer motivos somos levadas a pensar nos riscos, é importante nos mantermos firmes e racionais e mais importante ainda agradecer quando tudo está bem.

Deixe seu comentário!