Mãe de dois: para cada filho, uma mãe diferente – dia 47

Categorias: 100 Primeiros dias, Versos diários

Dia 47! A chegada do segundo filho é carregada de experiência mais também de expectativas. Expectativa de que tudo que deu certo com o primeiro se repita e de que o que deu errado, dê certo nessa segunda chance.

É natural e inevitável comparar, assim como é coerente tentar repetir o que funcionou da primeira vez. Mas cada filho é um filho e eles parecem querer nos lembrar disso a todo tempo. A essa altura Pedro já dormia no berço, Laura ainda dorme muito no carrinho, pouquíssimo no berço e à noite comigo. Logo eu que sempre disse que cama compartilhada não entrava na minha cartilha, mas por hora está funcionando. E não são só os filhos que são diferentes, nós também não somos mais as mesmas, acumulamos conhecimento, experiência, temos mais ou menos paciência… Enfim…

Eu dou muito mais colo à Laura do que dava ao Pedro, ele não demandava e acabou sendo mais pratico assim. Eu não sou de sling, gostaria, até invejo as mães canguru que vejo por aí, mas eu sou bem estabanada e não me acerto com aquilo, assim ficar com o bebê no colo me limita bastante, mas ainda assim me esforço bem mais agora, tem uma coisa de querer aproveitar também, já que provavelmente será meu último bebê e a essa altura já sei o quanto passa rápido!

Deixe seu comentário!