Depois da neblina, o sol começa a brilhar entre nuvens – dia 48

Categorias: 100 Primeiros dias, Versos diários

Quarenta e oito dias de neblina, com um sol entre nuvens cada vez mais aparente a brilhar no céu! Hoje mais cedo compartilhei um texto lindo comparando estes primeiros dias do bebê, precisamente os primeiros 60 dias, à neblina. Numa alusão aos dias de neblina que mais tarde se descortinam em ensolarados, lindos e azuis.

Leia aqui o texto da Rafaela Carvalho – 60 Dias de Neblina

 

É exatamente assim, e como o texto também diz, o tempo passa e a gente esquece da névoa, as lembranças que ficam são as iluminadas. Eu tenho as melhores lembranças da minha primeira licença maternidade, foi pra mim um dos períodos mais felizes da vida, o momento que me descobri mãe e me encontrei. Por isso criei grandes expectativas sobre viver esse momento de novo, mesmo sabendo que aquela sensação plena de quem acaba de virar mãe, só se vive uma vez! (será?)

Curiosamente minhas mais doces lembranças são mesmo após os tais 60 dias, na verdade acho que seria difícil precisar de quando são as nossas memórias dos filhos pequenos, tudo meio que se mistura, mas eu me mudei 2 vezes nos primeiros 6 meses de vida do Pedro, a primeira delas exatamente por volta dos 2 meses, e por isso é fácil pra mim ter essa noção dos marcos de tempo. Foi na casa nova que o sol começou a brilhar!

E agora o que posso dizer do segundo filho? Chegando perto dos 50 dias, a névoa dos primeiros dias é quase a mesma, mas os primeiros raios de sol aparecem mais cedo.

Deixe seu comentário!