O caçula nasceu: um momento a sós com o mais velho – dia 51

Categorias: 100 Primeiros dias, Versos diários

Dia 51, 51 uma boa ideia! (Hum denunciei minha idade agora com essa piada velha). Enfim a boa ideia do dia foi do Pedro, antes de ir pra escola me pediu pra ir buscá-lo e eu logo de cara disse que não dava por causa da Laurinha… Mas assim que ele saiu pela porta eu pensei, porque não?!

Fiz mais ou menos as contas pela última hora que Laura tinha mamado, embora façamos livre demanda em geral ela faz intervalos de 2:30 a 3:00 mesmo, só a noite que ela costuma ficar mais no peito a toda hora… Teríamos que adiantar o banho que costumo dar por volta das 5 da tarde, minha mãe teria que ficar até um pouco mais tarde até que eu voltasse, mas dava pra ir buscar sim!

E eu fui, e ele ficou feliz da vida. Caminhando de volta me dei conta que era a primeira vez desde que Laura nasceu que eu ficava a sós com ele, foi como relembrar velhos tempos! Passamos na padaria e enquanto eu dava conta de segurar mochila, chapéu de caipira, as compras e sem tirar o olho dele, eu pensava: caramba daqui a pouco vou fazer isso com dois!

E no fim quem ficou mais feliz fui eu, de ver o sorriso dele, mas também por voltar a fazer algo tão simples e corriqueiro quanto buscar o filho na escola e ir à padaria, mas que eu já não fazia há tanto tempo que a padaria foi até reformada e eu não tinha visto!!! Os primeiros dias, meses de um filho, são como se o tempo parasse, mas o mundo lá fora continua girando e às vezes é bom dar uma volta no mundo pra não perder o costume. E ao ser mãe pela segunda vez, o filho mais velho se encarrega de te manter conectada ao mundo.

Deixe seu comentário!