Amamentação exclusiva até os seis meses é para quem? – dia 184

Categorias: 1000 dias de mãe, Versos diários

184 dias, 6 meses! Houve um tempo, quando eu era recém mãe e Pedro não tinha nem seis meses, que eu acreditava que amamentação exclusiva era para as fortes. Eu estava errada!

Chegamos hoje aos seis meses de aleitamento materno exclusivíssimo, Laura nunca recebeu leite de outra forma que não diretamente do peito, e não, eu não sou mais forte que ninguém, nem mesmo mais forte do que eu era há 4 anos e meio atrás. Ser mãe é para as fortes, amamentar até os seis meses é para quem tem apoio familiar, informação correta, suporte profissional, vontade, um pouco de sorte, uma licença compatível, ajuda, …. e não só um desses, mas pelo menos alguns combinados, e talvez outros tantos, dependendo do contexto. A amamentação é uma empreitada que envolve muitos fatores e o sucesso não necessariamente depende apenas da mãe.

Mas então por que comemorar?! Apenas porque eu desejei muito, e porque finalmente as coisas correram de forma que eu pudesse realizar esse desejo. Claro que dependeu também do meu esforço, da minha vontade, de abdicar de muitas coisas, de noites e mais noites mal dormidas, mas não só disso, e é isso que comemoro hoje, comemoro, e acima de tudo agradeço, por aquilo que não dependeu de mim, mas aconteceu. Pela facilidade com que Laurinha pegou o peito, pela tranquilidade que a licença de seis meses me assegurou, por toda a informação aprendida após as dificuldades com Pedro. Por todo o apoio em casa.

Ter conseguido não me difere da mãe que eu era antes, mas me faz realizada. Se você está no início dessa jornada não desista, se já teve uma experiência difícil antes, acredite! Se não chegou lá e não terá outra chance, se perdoe, e se você fez outras escolhas, te respeito! A maternidade é cheia de batalhas, conquistas e frustrações, é preciso aprender a viver com elas, hoje eu sorrio, mas já chorei, não mereço uma medalha, apenas estou feliz!

1 comentário

  1. Alexandre Vianna comentou:

    Olá!
    Primeiramente parabéns pelo blog Que Mãe sou Eu!
    Estou passando por aqui para divulgar um trabalho de mapeamento da blogosfera de maternidade em que seu blog foi incluído…
    http://webinformado.com.br/blogs-de-maternidade/
    Críticas e sugestões para novos estudos são bem vindas!
    Abraço!

Deixe seu comentário!