Amamentação e a hora de dormir – dia 193

Categorias: 1000 dias de mãe, Versos diários

193 dias, e mais uma noite presa aqui, deitada na cama com Laura abraçada em mim, entre mamar, dormir e acordar, a cada meia hora … lá se vai a minha noite, resignada, deito logo pra dormir também, ou me restrinjo ao celular, ou insisto em colocá-la no berço e sou interrompida no quer que esteja fazendo de meia em meia hora.

A amamentação exclusiva é uma vitória, é uma felicidade imensa e cheia de vantagens para mãe e bebê, dos ganhos em saúde ao vínculo, da praticidade à economia, da plenitude ao instinto, são muitas as razões para optar pela amamentação. Mas sim, em alguns momentos é extenuante para a mãe, e faz bastante diferença o bebê amamentado no peito pra aquele que toma também, ou só, mamadeira.

O difícil para mim não tem sido as diversas vezes em que acordo na madrugada, e nem mesmo o fato de não poder me ausentar por mais de duas ou, estourando, três horas ou até ter que levar ela a todos os lugares comigo e abrir mão de programas em que isso não seja possível. Não, o mais difícil tem sido essa hora de colocar pra dormir. A gente passa o dia esperando a hora de pôr o bebê na cama para finalmente fazer uma refeição com calma, sentar no sofá, olhar a TV, falar com o marido, ou ainda no meu caso, ligar o computador e trabalhar em paz, sem estar com um olho no peixe e outro no gato.

E após meses de cólicas noturnas, de troca da noite pelo dia, de bebê dormindo só altas horas, finalmente consegui encaixar uma rotina e Laura passou a dormir por volta de oito, oito e meia da noite….. só que, não sei se porque vou contra a natureza dela, dessa hora até tipo meia noite ela acorda diversas vezes e só o peito resolve, só a minha presença ali do ladinho resolve, só o meu cheiro, o meu calor. Já foram muitas noites que fiquei sem jantar, textos começados sem acabar, episódios de séries que larguei pela metade e o marido assistiu sozinho, papai bem que já tentou me render, mas a enrolação temvalidade curta e às vezes só piora, a deixando irritada.

Eu sei que vai passar, e vai ser rápido, que é uma fase, eu sei que ainda assim não me arrependo nem por meio segundo das escolhas que fiz nesse sentido é que me trouxeram até aqui, mas ainda assim, embora seja também um momento delicioso, eu sinto falta das minhas noites, eu sinto falta de poder ser rendida, de ser substituível!

4 comentários

  1. Cinthia comentou:

    Passei por isso mamãe. Hoje ele tem 1 ano e 7 meses, e ainda acorda a noite para mamar… mas agora está muito bom perto doas 11 primeiros meses, cólicas acordava assim como vocÊ relatou a cada 30 minutos, eu achava até que ele tinha algum problema no intestino ou algo assim, pirei!
    O engraçado é que todo mundo acha que é a gente que ta fazendo algo errado, que sempre alguém tem algo a dizer que acham que tu não fez.
    Mas na verdade, eu fiz de tudo, e de todas as formas, e faço até hoje. Só uma mãe, sabe o que passa com seu bebê. Só sei que não foi fácil.. belo relato, me fez sentir compreendida.

  2. Mariana comentou:

    Adorei o texto. Mei filho tem 10 meses nunca me deu problema para dormir…mas sempre dediquei no minimo uma hora entre banho troca dar mama tenta tirar do peito chora peito de novo…coloca no berco mexe aqui levanta…eh cansantivo. As vezes perco a paciencia pq eh na teoria eh simples deita e dorme mas na pratica nao. Agora comecei o desmame e isso vem deixando o mais irritado pra pegar no sono sem o peito mas procuro ser fitms pra ter resultado. Mas confesso que qndo ele dorme fico olhando e me da uma paz uma sensacao de trabalho feito e bem feito e saber que logo essa fase passa que ele nao ira mais precisar de mim para dormir…e algo que me deixa feliz mais ao mesmo tempo uma sensacao de elo sendo cortado.

  3. Beatrice comentou:

    Quero ler desde o primeiro dia. Como faço?

    1. Fernanda Curado Reale comentou:

      Beatrice todos estes textos foram publicado originalmente no facebook agora estão sendo aos poucos passados pro blog, clique no menu em versos diários, começa com 100 primeiros dias e depois continua com 1000 dias. Os 100 primeiros foram publicadora em semanas e estão aos poucos sendo desmembrados por dia, ok?!

Deixe seu comentário!