O comportamento inconstante da minha filha – dia 222

Categorias: 1000 dias de mãe, Versos diários

Duzentos e vinte e dois dias, e as coisas com Laura sempre parecem que vem e vão, em ondas, em ciclos…. não sei se esqueci mas não me lembro dessa sensação tão presente com Pedro. É claro que o desenvolvimento evolui continuamente, mas o comportamento inconstante, evolui e regride, e não necessariamente identifico a razão, não necessariamente vem associado aos picos de crescimento, dentes nascendo, virose ou qualquer coisa que o valha.
Mesmo já tendo aprendido a baixar minhas expectativas, mesmo já tendo aprendido a não comparar os filhos, não vou negar que a essa altura já imaginava noites mais tranquilas, rituais e rotina mais definidos. Mas também não dá pra dizer que nada mudou, ao contrário, tudo vive mudando! Aos 3 ou 4 meses não lembro ao certo, Laura mamava e dormia, às vezes ainda no peito, outras deitada de frente pra mim na cama, mas de toda forma era colocada no berço, abria os olhos e voltava a dormir, por vezes até adormecia já no berço.

Fonte: pinterest

De lá pra cá passamos por fases bem complicadas, a briga com o sono se fez presente em diferentes graus, até choradeiras intermináveis antes de dormir, para agora finalmente voltar a dormir tranquilamente enquanto mama, e ser então transferida para o berço. Voltamos àquela fase em que colocar para dormir não é mais tão difícil, mas ainda acorda muitas vezes nessa fase inicial da noite.
De dia não é diferente, alterna fases de diversas sonecas, que não passam de 30 minutos com outras em que dorme um dia por duas horas e no dia seguinte simplesmente não dorme. E esquecendo o padrão de sono, o comportamento geral também é cíclico, voltamos agora a uma fase de apego, se passo perto e não dou atenção, se ignoro os bracinhos pedindo colo, ela chora sentida…. não aguento!
Confesso que não tem sido fácil se planejar com tanta instabilidade, tem sido um aprendizado me adaptar a essa realidade quase sempre imprevisível, e afinal quem disse que filho era como faculdade, que o primeiro é pré-requisito pro segundo?! É nada…. isso aqui é vestibular pra outra carreira, isso sim!

Deixe seu comentário!