Casamento e filhos, é preciso dividi-los – dia 282

Categorias: 1000 dias de mãe, Versos diários

Duzentos e oitenta e dois dias, pouco mais de 9 meses de vida de casal e dois filhos! Casamento devia pressupor divisão, divisão de sonhos, de problemas, de tarefas….

Vá lá, antes dos filhos não é difícil, não há tanto a se fazer, se ambos trabalham em geral uma faxineira dá conta do trabalho doméstico em um dia na semana. Cozinhar pode acabar sendo divertido, especialmente no fim de semana, e o que sobra ambos fazem sem quase perceber ou até mesmo um assume sem se sentir sobrecarregado. Então nasce o primeiro filho, a casa que abrigava dois adultos passa a abrigar uma família. A geladeira fica mais cheia, o cesto de roupa suja também. Sem contar o pequeno demandando atenção 24h por dia. Assumir tudo começa a ficar mais complicado.

Mas aí vem o segundo filho, o que era complicado se Irma quase impossível. Dividir é preciso, necessário! Não só as tarefas da casa, mas os filhos! Se antes fazíamos tudo juntos, tudo, desde ir ao shopping comprar um presente, até o passeio na pracinha domingo de manhã. Hoje muitas vezes dividimos a família! Com dois filhos essa realidade se revelou por aqui logo nos primeiros meses, eu totalmente dedicada à Laura, e alguém precisava levar Pedro às festinhas, à praça, ao cinema.

E com a diferença de idade entre eles, à medida que passa o tempo continuamos nos dividindo mais e mais. Hoje saímos para nosso café da manhã na rua, depois fomos ao supermercado, hora do almoço da Laura chegando, choro aumentando, nós havíamos acabado de tomar café, mas ela não! Pra bebê não tem fim de semana. Lá voltei eu com ela pra casa pra casa enquanto os dois terminaram as compras. Mais tarde papai ocupado na cozinha, mas precisávamos comprar um presente da festinha de amanhã, ir ao shopping com um bebê leva tempo! As filas do elevador cheias de gente que não precisa dele que o digam! Fomos eu e Pedro, e papai ficou com Laura. Bem mais simples!

E no dia a dia não é diferente, eu amamento enquanto ele coloca Pedro pra escovar dentes, veste pijama e coloca na cama; no restaurante um faz o prato dele enquanto o outro distrai ela; na praça um empurra o balanço enquanto o outro senta na areia com a pequena…. e por aí vai!

Leia também: mÃe que fica em casa merece fim de semana

 

Eu realmente não imagino como ter dois filhos sem dividir as funções, minha admiração pelas mães que enfrentam sozinhas essa batalha. Sem contar a divisão das responsabilidades, do peso das decisões, do equilíbrio dos exemplos…… das contas! Quando nasce o segundo não tem pra onde correr, ou divide ou divide, deve ser por isso que tantos casamentos acabam depois do segundo filho, porque ou divide, ou separa!

Deixe seu comentário!