Que mãe sou eu?

Das coisas que sinto saudades dos primeiros meses – dia 319

Dia 319, os primeiros dias, os primeiros meses ficaram pra trás. Eu nunca pensei que fosse sentir falta deles. Digo, sou mas de segunda viagem, sabia que a saudade do corpinho pequeno nos braços, do cheirinho de bebe no corpo, da carinha amassada sobre meus ombros, das mãozinhas agarradas ao meu dedo, do sorriso sem dente e do bafinho de leite…. Enfim eu sabia que a saudade do meu bebê viria. Mas hoje eu quero falar de outras coisas, das coisas que sinto saudades dos primeiros meses!

Os primeiros meses são um tempo que nós mães insistimos em querer ver passar, somos levadas a esperar por isso. Levadas a acreditar que os primeiros três meses são os piores. Levadas a repetir quase como um mantra que vai passar. E de fato o início e intenso, confuso é difícil, mas não é só isso. É também um tempo único, um tempo que você pode se doar ao seu bebê como nunca mais fará igual. Eu sinto falta disso! Sinto falta dessa pausa que a nossa vida dá só pra gente ser a mãe deles, porque os meses passam a rotina vem e te engole, os problemas deixam de ser as cólicas, continuam a ser as noites mal dormidas, mas somam-se a tantos outros que concorrem com os filhos, que nos roubam deles.

Hoje eu sinto falta daquela calma dos primeiros dias, dos minutos adormecida em meu peito após cada mamada, das horas com ela nos braços. Quando hoje, tem dias que por horas, o único colo que consigo dar são os rápidos minutos enquanto mama. Eu sinto falta também das noites em que eu e o marido passamos sentados no sofá, revezando o colo, das madrugadas em frente à TV para não dormir com ela nos braços. Às vezes só ficamos em silêncio, cúmplices daquele momento. Hoje mal temos tempo de sentar juntos, sempre se revezando nas tarefas com os dois. E eu já nem sei mais o que passa na TV.

Hoje eu sinto falta das noites com os dois na minha cama, ela no peito ele com a cabeça no colo, quando eu colocava os dois juntos para dormir. Como hoje já não consigo mais, um agita o outro, um acorda o outro. Hoje eu sinto falta de quando as dores eram legitimadas pelo puerpério e todos as compreendiam. Sinto falta de permitir dormir quando o bebê dormia, chorar quando bebe chorava.

Em resumo os meses iniciais passam, tudo que a gente mais quer é que eles passem. Mas há dias, nos meses, nos anos seguintes, há dias que a gente sente falta daquela suspensão do mundo que só o puerpério proporciona. É isso!

2 comentários sobre “Das coisas que sinto saudades dos primeiros meses – dia 319

  1. Polly

    Dia 12 de Abril o meu filho completa um ano e sempre comento que sinto saudades dele recem nascido e mesmo que no início foi um pouco difícil a amamentação pois meus seios machucaram muito muito mesmo.
    Mais sinto saudades desse tempo !!

  2. Graciela

    Lindo esse texto, hoje minha bebe está com sete meses, mas lendo esse seu texto lindo me passou um filmezinho na cabeça, ela está crescendo, cada coisinha nova que ela faz que ela descobre, e o meu bebezinho já não e tão mais bebezinho. Me identifico muito com seus textos e a vida de todas as mães, sejam elas de primeira, segunda entre outras viagens. Parabéns pelo belo trabalho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: