Que mãe sou eu?

O primeiro ano da mãe – dia 368

Trezentos e sessenta e oito dias, Laura fez um ano, o primeiro ano do bebê não é só o primeiro ano de vida de um filho, é o nosso primeiro ano como mãe. Eu cheguei a pensar que não teria esse sentimento com o segundo filho, afinal já sou mãe há 5 anos, mas cada filho é único, cada um nos transforma em uma nova mãe. E não importa quantos filhos se tenha, o primeiro ano é para a mãe também um ano único, recheado de primeiras vezes, um ano para conhecer o bebê, se conhecer, um ano de extrema dedicação, de dificuldades e alegrias, e por isso o aniversário é um pouco da mãe também.

o primeiro ano da mãe

Por isso tantas mães fazem questão de fazer uma festa, sim, a festa é para elas mesmas, merecemos! Eu pessoalmente não ligo pra grandes eventos, não faço por mim, apenas por eles, e por isso guardo as comemorações mais organizadas para quando crescem e pedem, por hora fiquei com um bolinho em família, mas isso não quer dizer que eu mesma não tenha me sentido merecedora de comemorar. Sim, eu comemorei cada noite com ela nos braços até que as crises de cólica passassem, comemorei cada madrugada amamentando, os medos vencidos, as lágrimas roladas, de cansaço, de emoção, de alegria, de desespero. Eu comemorei por cada quilo ou centímetro ganho, por cada mês vivido com saúde, cada vacina já tomada, cada etapa cumprida, da amamentação a introdução alimentar, do primeiro dente ao corte de cabelo, do primeiro rolamento ao primeiro passo. Eu comemorei porque eu estava lá em todos esse momentos.

O primeiro ano exige de demais de nós, do parto às noites insones, seja em amamentação exclusiva ou à mamadeira, o amor é em livre demanda. Não há espaço para depois, não há folga, não há intervalo, não por enquanto… Quando se torna mãe a mulher se compromete pela eternidade, e no primeiro ano isso é levado às últimas consequências. E quando finalmente este ano chega ao fim, fica um misto de alívio e saudade,  de orgulho e gratidão.

Que venham os próximos, muitos outros anos….

 

Um comentário sobre “O primeiro ano da mãe – dia 368

  1. Graciela

    Lindo o texto, estou me sentindo assim, minha bebe esta a 3 meses de completar um ano, já sinto saudades de varias coisas, mas me sinto orgulhosa e muito feliz a cada conquista dela, cada nova etapa, coisas que ela vai descobrindo e vejo como meu bebe está crescendo!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: