O dia da mãe que não dormiu – dia 405

Categorias: 1000 dias de mãe, Versos diários

Quatrocentos e cinco dias, mais um dia após uma noite sem dormir! Molares nascendo, febre que já veio e já foi, e la se vão três noites sem dormir o mínimo. Quando as noites são assim, aqui em casa, pai e mãe entram na roda, nos revezamos com ela, e a verdade é que é tanto choro que tirando Pedro, ninguém consegue dormir.

o dia da mãe

E aí amanhece, e o pai sai pra trabalhar, caindo pelas tabelas…. coitado! E a mãe, no meu caso que não trabalho, fica deitada, dorme até o bebê acordar…. só que não! A mãe continua a mesma saga da noite inteira, levanta mais umas dez vezes entre seis e sete da manhã pra colocar a mão no bebê e fazê-lo parar de chorar, a mãe segue ouvindo o mesmo choro da madrugada inteira. E a mãe levanta pra dar café ao mais velho, e até tenta cochilar mais um pouco depois, mas a mais nova segue rompendo num choro sempre que a mãe prega o olho. E a mãe também tem um monte de trabalho pela frente, todo o trabalho da casa….. e nesse momento a mãe inveja o pai, que ao menos pode fazer seu trabalho em silêncio, sem ninguém agarrando suas pernas, ao menos pode tomar um café e concentrar-se em outra coisa….. porque ficar em casa com os filhos tem muitas vantagens, mas descansar depois de uma noite dessas, não é uma delas!

Então hoje, eu que pelo menos duas vezes na semana ameaço deixar tudo pra lá mas nunca deixo, hoje deixei! Deixei as camas por fazer, a louça do café e do almoço por lavar, o dia de lavar roupa da Laura que era hoje deixou de ser e em vez de passar no hortifruti na volta da escola, passei nas Lojas americanas e trouxe gordices pra comer sentada no sofá, tudo sem deixar de carregar do colo, de tentar fazer comer, fazer dormir… e sem deixar de ouvir choro. E ao fim do dia, exaustos, deixamos as intenções de sair pra comer de lado e pedimos uma pizza! E eu ia deixar esse relato pra outro dia, mas enquanto o pai dormiu no sofá e eu finalmente fiz as crianças dormirem também, o texto foi brotando na cabeça…. e agora quem vai dormir sou eu!

Boa noite!

Deixe seu comentário!