Dia Internacional da Mulher: juntas somos mais, juntas somos mães!

Categorias: Conversa fiada, Prosa de mãe, Sem categoria

Esta semana eu tive a prova definitiva que mães internautas podem se amar mais do que se odiar, ao contrário do que sugerem as calorosas discussões em torno dos temas polêmicos e os inúmeros  textos que circulam por aí sobre a falta de etiqueta e compaixão maternas nas redes sociais!  O mundo virtual materno está cheio de mães que se ajudam, que se apoiam, que trocam, que aprendem umas com as outras, mesmo sem se conhecer, mesmo […]

Continue lendo…

Flashback: momentos da infância que a maternidade faz você reviver

Categorias: Conversa fiada, Prosa de mãe

Uma das delícias que a maternidade nos trás é a oportunidade de voltar a ser criança! Quem não gosta de apresentar aos seus filhos as suas preferências dos tempos de infância, o jogo que gostava, o personagem favorito, os filmes, as músicas…. Quem não aproveita pra incentivar o filho a gostar dos mesmos brinquedos e jogos para tirar uma casquinha e brincar também?! Muitas vezes até sem perceber, né! E que prazer indescritível é reconhecer neles os […]

Continue lendo…

Ano novo: 5 metas maternas para 2015

Categorias: Conversa fiada, Prosa de mãe

Não sou dada a rituais de ano novo, não escolho a roupa pela cor, muitas vezes nem sequer uso roupa nova. Há alguns anos eu passo em casa mesmo, com ou sem amigos por perto, mas nada muito elaborado. Também não acredito em simpatias nem crendices para dar sorte, não como uva, não pulo ondas, até gostava de tomar um banho de mar antes do ano acabar, mas já faz tempo que nem isso eu faço. Mas […]

Continue lendo…

Último dia do ano: um balanço de 2014!

Categorias: Conversa fiada, Prosa de mãe

A julgar pelos depoimentos na minha timeline do facebook, 2014 foi um ano difícil para muita gente, acho mesmo que foi um ano duro, pesado, truncado… Para mim também não foi dos mais fáceis, aliás eu não gosto muito de anos pares mesmo! Logo eu, sempre tão cética! Mas desde 1988, quando minha família e eu nos mudamos pro rio, e aquele sim foi um ano beeem difícil, que tenho essa implicância com os anos pares, ao […]

Continue lendo…