Sobre a vontade de ter um filho… ou outro filho

Categorias: Prosa de mãe, Reflexões

Eu sempre quis ser mãe….. ser mãe um dia, uma vontade futura, planos de ser mãe, sonhar ser mãe…. Muitas de nós nutrimos essa vontade ao longo da vida, para a maioria é o caminho natural, algumas sonham, planejam, e outras não pensam sobre, mas sabem que um dia vão pensar. Mas e aí, como é quando essa hora chega?! Como a vontade surge? Como saber que está na hora? Para mim foi tudo tão claro…. Eu […]

Continue lendo…

Educar: o trabalho mais difícil do mundo!

Categorias: Prosa de mãe, Reflexões

Ano passado circulou na web um vídeo chamado World’s Toughest Job (O trabalho mais difícil do mundo), onde simulavam a entrevista para um emprego onde os candidatos deveriam trabalhar sem parar, sem intervalos por 24h, 7 dias na semana, precisariam mediar conflitos, trabalhar em pé, entender de culinária, medicina e por aí vai…. enfim, o trabalho era ser mãe! O vídeo é fantástico, e de fato todo esse trabalho incessante é mesmo exaustivo e difícil, mas na real, mais do […]

Continue lendo…

Sobre as polêmicas em torno das vias de parto e o mundo materno virtual

Categorias: Prosa de mãe, Reflexões

Estou de férias, e embora tenha feito uma espécie de voto de férias produtivas, onde eu pretendia aproveitar o tempo para escrever como nunca e dar um gás no blog, esta semana eu sucumbi, me entreguei ao sol, à piscina, ao sofá, à cama e à pracinha com Pedro…. afinal daqui a 10 dias recomeça minha dupla jornada e mais do que me dedicar aos meus projetos pessoais, eu também preciso descansar, 2015 será pedreira! Mas então, eis […]

Continue lendo…

Tempo de cura: tempo para se reencontrar após a maternidade

Categorias: Prosa de mãe, Reflexões

Quando nasce um filho, em especial o primeiro (acho eu, porque ainda não tive o segundo!), toda mulher precisa de um tempo para se encontrar de novo. Isso porque, gerar um bebê por nove meses, e pari-lo é uma experiência tão avassaladora, em tantos aspectos (físico, emocional, psicológico, hormonal…) que durante um tempo a gente esquece de si mesma e vive em função do outro, nossos prazeres e necessidades ficam em segundo plano e em meio a […]

Continue lendo…