Nasceu uma mãe, mas e a dona de casa cadê?!

Categorias: Prosa de mãe, Reflexões

Salvo raras exceções, nós mulheres de 30 a 40 anos, definitivamente não fomos criadas para cuidar da casa. Filhas da geração que viveu a onda feminista dos anos 60/70, das mulheres que foram a luta conquistar um lugar no mercado de trabalho, e penaram para conseguí-lo, que se divorciaram, que se tornaram independente financeiramente dos maridos, fomos criadas para ter uma carreira, para ter vida própria, mas por um tempo se esqueceram que um dia talvez quiséssemos também ter […]

Continue lendo…

Maternidade transformadora

Categorias: Prosa de mãe, Reflexões

A maternidade me transformou de tantas maneiras, uma das quais, a forma de ver o outro, em especial, outras mães. Novas mães como eu, ou mães de longa data, mulheres que eu conheci meninas e vi tornarem-se mães, antes, depois ou junto comigo, ou aquelas em cujas vidas eu entrei depois de seus filhos, não importa! Todas elas, para todas elas, eu olho agora de um jeito diferente. É como se todas tivessem um pouco de mim, um […]

Continue lendo…

Nasceu, e agora?! O que fazer com tantos medos?

Categorias: Prosa de mãe, Reflexões

Em primeiro lugar entender que você é absolutamente normal, quase todas nós sentimos isso quando nos vimos com um filho recém nascido nos braços, não tem nada de errado com você!!! Parte desse medo todo que a gente sente ao sair do hospital com um bebê nos braços e continua sentindo ainda por algumas semanas, eu disse parte dele, se dissipa, mas outra parte nunca mais nos abandona. Aquela mulher destemida que pegava um taxi de madrugada […]

Continue lendo…

Fim da licença-maternidade: a dor da separação que se repete a cada segunda-feira

Categorias: Prosa de mãe, Reflexões, Relatos de experiência

“Foram quase 5 meses de manhãs na pracinha , passeios vespertinos e sonecas que são a coisa mais gostosa de se ficar olhando… vou sentir falta de esticar a manhã e dormir mais um pouquinho de mãos dadas com você depois que o papai sai… vou sentir falta daquele colinho apertado que resolve o choro assustado que interrompe a soneca todo dia às 2 da tarde…vou sentir falta de conversar com você enquanto faço as coisas pela […]

Continue lendo…