Último dia do ano: um balanço de 2014!

Categorias: Conversa fiada, Prosa de mãe

A julgar pelos depoimentos na minha timeline do facebook, 2014 foi um ano difícil para muita gente, acho mesmo que foi um ano duro, pesado, truncado… Para mim também não foi dos mais fáceis, aliás eu não gosto muito de anos pares mesmo! Logo eu, sempre tão cética! Mas desde 1988, quando minha família e eu nos mudamos pro rio, e aquele sim foi um ano beeem difícil, que tenho essa implicância com os anos pares, ao […]

Continue lendo…

Calendário interativo: mostre ao seu filho o porquê do Ano Novo!

Categorias: Dicas, Muito mais, Prosa de mãe

Meu filho, hoje com 3 anos, começou a entender o que é ontem, hoje e amanhã faz bem pouco tempo, e ainda assim se confunde bastante…. na terça feira já está perguntando se é dia de fantasia (só as sextas na escola dele), se a vovó vai embora prometendo que amanhã volta ele até já entende, mas se o reencontro for só no fim de semana já complica! E como explicar que o convite já chegou mas a festinha […]

Continue lendo…

Férias: roteiro de parques e praças pelo Rio!

Categorias: Muito mais, Programação

É tempo de férias e apesar do calorão brincar ao ar livre ainda é a melhor pedida para curtir esses dias ensolarados do verão carioca! Como nem só de praia e piscina se faz uma infância feliz, a dica é colocar os pequenos para gastar energia nas pracinhas e parquinhos da cidade e não faltam boas opções! Prefira o início da manhã ou fim de tarde, não esqueça o protetor solar e boa diversão!!! Praça São Salvador […]

Continue lendo…

Tempo de cura: tempo para se reencontrar após a maternidade

Categorias: Prosa de mãe, Reflexões

Quando nasce um filho, em especial o primeiro (acho eu, porque ainda não tive o segundo!), toda mulher precisa de um tempo para se encontrar de novo. Isso porque, gerar um bebê por nove meses, e pari-lo é uma experiência tão avassaladora, em tantos aspectos (físico, emocional, psicológico, hormonal…) que durante um tempo a gente esquece de si mesma e vive em função do outro, nossos prazeres e necessidades ficam em segundo plano e em meio a […]

Continue lendo…